Bem que a puta tentou ser santinha, mas só tentou!





By Corninho




Bom, quem já leu meus contos, sabe que não costumo me descrever nem à minha esposa e que somos do Rio de Janeiro e que no meu último conto, o topless que virou orgia, contei de dois amigos mineiros que conheci na praia que foderam minha esposa de tudo que foi jeito, e que um deles ficou de trazer sua noiva para ser iniciada conosco só que infelizmente não rolou, pois à noiva do nosso amigo deu para trás..., é a vida que segue.

Depois dá negativa de nosso amigo, minha esposa ficou pensativa e me chamou para conversar argumentando que não era certo o que fazíamos e que tínhamos uma filha de 12 anos e que exemplo era daria para menina e me deu aquela lição de moral...

Expliquei que éramos discretos, que nossa filha e o nosso outro filho nunca iriam saber nem família, nem os amigos, e que se estávamos felizes assim e que não havia problemas pois nós dois gostávamos daquele nosso estilo de vida

Mas não teve jeito, ela estava irredutível me disse que nossas aventuras iriam ficar só na lembrança e que nada daquilo iria se repetir mais. Fiquei frustrado mas tive que aceitar sua decisão e a única coisa que ela disse que não mudaria seriam suas vestimentas pois ela sempre se vestiu assim, e que, apesar de termos dois filhos, ela está com tudo em cima.

Bom me restava uma esperança ainda, mas não falei nada fingi que apoiava sua decisão, mas estava só esperando uma oportunidade.

Um belo dia, chego em casa e à vejo com uma microssaia que mal cobria a sua bunda à chamei para ir ao supermercado fazer compras, pois meu cartão alimentação havia carregado, mas infelizmente, como muitos dizem aqui que são ricos donos de empresa, sou como à maioria do povão mesmo, e ela disse que tudo bem, que só iria colocar vestir um short.

Eu pedi que continuasse com à saia pois gostava de vê-la assim e que ela ficava linda! Joguei seu ego lá no alto ela concordou mas disse que iria se policiar para que a saia não mostrasse mais do que devia, e eu concordei, pois sabia que era impossível. Então, pegamos o carro e fomos ao mercado, mas eu sabia que a gasolina estava na reserva e teríamos que ir até ao posto abastecer e logo que saí com o carro, fingi uma dor na perna e pedi para ela ir dirigindo. Ela logo o fez, e pensei comigo: No posto, não vai ter jeito. o frentista vai ver sua calcinha e quem sabe, isso não desperta a putinha adormecida nela, mas para minha decepção, ela cobriu as pernas com uma toalha que estava no carro! Que merda, eu pensei.

Chegamos ao mercado, começo de mês, tudo lotado e eu odeio ir ao supermercado assim, mas conforme ela ia andando, à saia subia e a popa da bunda dela aparecia, ela abaixava, mas logo subia de novo e ela me disse:

-Viu? É por isso que não queira vir com essa saia, estou aqui parecendo uma puta.

Respondi:

-Amor, mas você é uma puta, amor!

Ela deu um sorriso amarelo e disse que não era mais e que agora era só minha puta! Mas agora, quem gosta de ser corno, sabe muito bem que não é bem isso que eu queria ouvir, e confesso que desanimei na hora, mas tudo bem, resolvi agilizar as compras logo e cada um foi para uma seção diferente para acabarmos logo. peguei tudo que tinha que pegar e fui encontrar com ela e vi um amigo nosso observando minha esposa, mais precisamente, observando sua bunda que já estava com a popa de fora novamente e realmente, à visão era maravilhosa!

Cheguei, cumprimentei meu amigo, ele disfarçou meio sem graça, mas também não comentei nada com ele, sobre o fato que vi ele olhando para bunda dá minha esposa e, pelo contrário, convidei ele para irmos para a minha casa assistir à final dá taça Guanabara: Seria um Fla-Flu a ser realizado no próximo domingo. e isso era uma sexta feira, convidei ele antes que minha esposa nos visse já estava eu, de novo, planejando tentar minha esposa, e logo minha esposa nos viu e veio cumprimentar nosso amigo. Tudo normal, tratei de logo acabar com aquele encontro, com medo de meu amigo comentar sobre meu convite, e terminamos de fazer a compra normalmente, e no caminho para casa, já no carro, comentei que vi nosso amigo olhando para a bunda dela.

-Meu Deus, que safado, olhando para a bunda da esposa do amigo (risos) ...

Disse ela...

Hum à putinha está dando sinais de vida! Pensei e logo mandei na lata

-Diz a verdade, gostosa, você gostou não gostou? Aposto que você tem vontade de dar para ele.

-Amor, não vou mentir, acho ele muito gostoso, mas nós combinamos que com conhecido não, você esqueceu? E também só quero meu maridinho agora, por favor não insista nisso, amor respeite a minha decisão...

-Está tudo bem. Amor. Faça como quiser!

Respondi.

À noite, em casa, fomos para nossa cama e começamos a namorar gostoso, eu louco para tocar no assunto, mas me segurando pois não podia dar esse mole já que o assunto teria que vir dela, e eu me contive, e ela começou a fazer-me um boquete e disse:

-Meu amor, você gostou de ver o Jorge olhando para minha bunda, não gostou?

-Gostei sim, meu amor, imagina ele te pegando por trás agora, imagina aí cachorra.

- Hhuumm sou mesmo uma cachorra! Sou puta, e ele tem uma piroca muito gostosa.

- Senta no meu pau, putinha senta que vou abrir seu cuzinho para o Jorge nessa sua bunda gostosa, putinha.

- Aí caralho, duas pirocas ai, ai estou gozando, caralho, eu quero o pau do Jorge, amor estou gozandoôô.

Logo em seguida gozei também fomos tomar um banho e no chuveiro perguntei se ela queria mesmo dar paro Jorge.

Ela respondeu que não, porque ele era amigo da família e que agora ela era só minha e que outro pau nela, seria só na imaginação mesmo, e fomos dormir.

Passamos um sábado normal fiquei calado só esperando o domingo não comentei que havia convidado o Jorge para assistir ao jogo aqui em casa.

Domingo, levantei 10 horas dá manhã abri a janela e vi que fazia um sol bonito tudo que eu queira, e logo vocês irão entender o porquê!

Tomamos café fiz alguns serviços em casa e, por volta de meio-dia, falei com ela:

-Amor, aproveita o sol que está fazendo, e faz aquela marquinha fio dental para mim, faz?

-Mas, amor, eu tenho que fazer o almoço, e as crianças devem estar com fome...

-Amor, deixa que eu faço o almoço e as crianças, mande para a casa de minha mãe, hoje esquece. Eu vou levar eles lá e vou comprar umas cervejas e uma carne para nós queimarmos, porque hoje têm Mengão, esqueceu?

-Mas que maridinho safado, vai até fazer o almoço para a esposinha poder pegar um solzinho na laje! Você sabe que fica um monte de homem lá na laje hoje vão tudo ficar me olhando, mas eu sou só sua, tá amor? Eu te amo.

- Eu sei querida, você é toda minha!

-Vai lá querida, faz uma marquinha bem gostosa na sua bundinha amor...

-Vou sim, amor fazer uma marquinha para você!

Eu saí de casa, levei as crianças na minha mãe comprei as cervejas e as carnes e liguei para o Jorge reforçando o convite que logo foi confirmado pelo meu amigo, meu plano era o seguinte: Jorge chegaria na minha casa e minha esposa iria estar lá com seu micro fio dental, e contava com a sorte.

Cheguei em casa preparei tudo coloquei a TV na laje fiz uma caipirinha para minha esposa ficar animada e tudo estava dando certo, minha esposa toda gostosa na laje, tomando uma caipirinha só faltava o Jorge chegar, começou o jogo, e nada do Jorge e quando estava já 25 minutos do primeiro tempo, escuto Jorge me chamando e a minha esposa não escutou, não falei nada, é desci para abrir a porta.

Eu falei para o Jorge que estava queimando uma carne na laje e fui subindo, e ele me perguntou pela minha criança e por minha esposa, e eu respondi que as crianças estavam na minha mãe e que a minha esposa estava pegando um sol na laje, mas que estava tudo bem, e que ele era de casa.

Subimos e chegando na laje foi visível o impacto que minha esposa causou nele ela ficou meio sem graça, mas o cumprimentou normalmente com toda educação e logo desceu as escadas dizendo que ia ao banheiro e eu pedi para meu convidado se acomodar, e disse que iria pegar uma cerveja para nós bebermos.

Desci junto com minha esposa e logo ela veio falando.

- Porque você não me avisou, que o Jorge estava subindo agora vê se têm cabimento, ele me ver quase nua eu heim já falei que não quero mais essas coisas.

- Calma amor, eu não sabia que ele viria.

- Está bom eu acredito, vou colocar um short.

- Para quê? Você está linda assim é como se você estivesse na praia, fica assim por favor.

- Não o que ele vai pensar de mim?

-Vai pensar nada, apenas vai constatar que você é uma gostosa e é só minha!

- Sou só sua mesmo, pelo menos agora eu sou (risos), e se eu estivesse na praia, eu estava de topless, disso eu não abro mão gostei de fazer topless.

-Da última vez foi bem gostoso, lembra safada?.

- Lembro safado, mas já disse que agora, é só lembrança mas confesso que foi gostoso e estou até molhada, vê se para com isso.

Na mesma hora comecei a chupa seus seios e acariciar seu grelinho aticei bastante e subi deixei ela em ponto de bala e pedi para ela não colocar short, e ela disse que iria pensar.

Cheguei na laje Jorge estava vendo o jogo todo suado falei com ele que podia ficar à vontade tirar a camisa e tomar um banho no chuveirão ele perguntou se podia mesmo, e se minha esposa não iria brigar.

Eu disse que não, e que ela também estava à vontade que ele podia relaxar e ele falou tudo bem.

Jorge tirou a camisa e foi para o chuveirão ele vestia um short branco do Flamengo. Quando minha esposa chegou na laje, vi que ela continuava com o biquíni e olhou com uma cara de safada para o Jorge que estava de costas para ela e o seu short branco todo molhado modelava a bunda do Jorge inteirinha e a minha esposa veio até meu encontro e falou no meu ouvido:

-Ele tem uma bunda linda, amor vou descer, pois estou com muito tesão e isso não vai dar certo...

Puxei ela para o meu colo e disse.

-Aproveita, eu também tô com tesão, sua piranha.

-Não amor, não quero mais isso.

-Amor, sua carinha de putinha com tesão está me falando outra coisa, minha gostosa, solta logo essa putinha que mora dentro de você..., solta cachorra!

-Aí caralho, eu estou toda molhada e o meu marido que ser corno, não quer?

-Quero não eu já sou e quero ser mais ainda, sua puta, faça um topless aqui na laje faz.

-Seu corno!

-Sua puta, me faça de corno de novo, putinha!

-Aí eu faço, eu sempre quis dar para ele, posso dar, amor? Quero pau o dele no meu cuzinho!

-Dá o cuzinho para ele então, sua piranha!

-Vou dar mesmo, mais ele vai saber que você é corno, e todos seus amigos vão querer me comer também, meu amor, e você vai deixar eu dar para eles todos, vai?

- Vou sim! Você pode dar muito!

Olho para trás e vejo o Jorge em pé no chuveiro olhando o jogo vi que seu short modelava sua piroca toda e minha esposa também percebeu e logo levantou e pediu para o Jorge chegar um pouco para o lado, que ela também queria se molhar.

O Jorge ia saindo do chuveiro e minha esposa disse que dava para os dois ficarem debaixo do chuveiro juntos e para minha sorte:

-Goolll... do Mengão!

Minha esposa abraçou o Jorge para comemorar e percebi que ela o abraçou sarrando sua boceta no pau do Jorge e, meus amigos, o pau do cara dobrou de tamanho na mesma hora e a safada dá minha esposa falou com à voz toda manhosa.

-Amor, esse biquíni está me apertando posso tirar à parte de cima, igual lá na praia, deixa?

-Amor, é você que sabe, claro que pode tirar, tudo bem... Ooohhh, Jorge, ela é praticante do topless, você não vai ficar constrangido, não né?

-Que isso, mano! Vocês estão na casa de vocês...

Respondeu o Jorge.

-Então amor, pode tirar.

Minha esposa não perdeu tempo e já foi tirando, e era visível que o Jorge estava cheio de tesão pela minha putinha, que toda hora se insinuava para ele e o jogo acabou, e nem percebemos!

O tesão estava no ar, não ligávamos mais para o jogo nem para os vizinhos que viam minha esposa quase nua na laje, e quando eu vi que havia vários homens nas lajes em volta, falei para minha esposa:

-Deixa eles verem amor, eu até gosto!

-Não adianta, amor, eu sou puta, você ainda vai ser corno, amor, mas muito corno mesmo...

-Mas eu adoro isso, sua puta quero muito isso.

-Então está bem! Vou me considerar liberada, para ser a putinha do bairro, tá bom, corninho?

-Está sim amor..., e muito liberada!

Começamos a nos beijar esquecemos de tudo até do Jorge, minha esposa olha e vê o Jorge nos observando, e alisando o pau por cima do short. Minha esposa pede para descermos e quando Jorge avisa que vai embora, a minha esposa já vai em sua direção beijando seu peito chamando ele de gostoso e o Jorge, meio sem graça, tenta se desvencilhar mas eu não dou nem chance já chego por trás da minha esposa fazendo um sanduíche de puta e disse para ele relaxar e aproveitar que o pau dele denunciava seu tesão , e a minha esposa abaixa entre nós e começa a mamar na piroca do Jorge, babando ela todinha e Jorge se entrega ao tesão minha, enquanto a minha putinha conduz a sacanagem, com extrema maestria revezando entre o meu  e o pau e do Jorge depois de mamar bastante pedi pro Jorge colocar no seu cuzinho e ela começou a rebolar e gemer na piroca que sumia para dentro no seu cuzinho rosadinho e delicioso, eu gozei muito, só olhando ela dando uma verdadeira surra de bunda nele, o Jorge logo anunciou que aquele cu era muito gostoso, e que ele iria gozar...

A minha esposa se abaixa e leva tudo no rosto e diz que agora queria na boceta, e fomos para o banheiro tomar um banho e lá começamos tudo de novo só que rolou muita DP pois minha putinha teve orgasmos múltiplos e o, Jorge, agradecendo a hospitalidade, diz que será discreto para não nos preocuparmos!

Minha esposa responde para ele:

-Cara, quem come quieto, come sempre e eu, adorei a piroca sua piroca. Então eu ainda vou dar muito para você, meu querido, e isso, só vai depender de sua discrição!

Nos despedimos de nosso amigo e a minha esposa me disse:

-Amor o Jorge mete gostoso, quero dar muito para ele e dar também para muitos outros! Eu tentei, mais não dá para segurar, sou mesmo uma vadia, confesso que te amo muito, mas você soube me transformar numa putinha...

-Sem problemas amor, eu quero muito, mas muito mesmo, ser o seu corno, amor.

-E você vai ser agora, vou voltar com tudo e se prepara, que você vai ser muito corno e tenha a certeza de que todos os seus amigos gostosos vão me comer.

-Adoro saber disso amor!

Respondi a ela.

Agora minha putinha voltou com tudo, somos felizes assim e eu, cada dia sou mais corno e ela cada vez mais, ela é puta...


Comentários

Postagens mais visitadas